Quinquilharia para alguns, maravilhas para outros #1 Google Home

domingo, 25 de agosto de 2019
Sempre gostei da maioria das coisas que envolvem tecnologia. Mas nunca fui a pessoa mais informada no que toca a novidades da área. E também vos posso confessar que tenho momentos em que sinto que tudo evoluiu depressa de mais. E que secalhar existem tecnologias, gadgets, ou o que seja que podem pôr em causa a nossa liberdade / privacidade.
E foi muito por isso que franzi a testa quando em 2017, nuns dias em que estávamos em Miami, surgiu a pergunta: e se comprássemos um Google Home?

Foi a primeira vez que ouvi aquele nome e por isso nada sabia sobre o tema. Vi uns vídeos na internet para tentar perceber a funcionalidade da coisa e acho que alinhei na compra muito pelo facto de na altura ele estar apenas disponível nos Estados Unidos e caso eu quisesse comprar depois já não seria tão fácil.

Mas afinal o que é o Google Home? 
Basicamente é uma coluna inteligente. Tem disponíveis vários comandos de voz que permitem aceder a vários serviços da Google.
Ouvir música, transmitir podcast's, pedir informações gerais (por exemplo trânsito), ouvir a agenda pessoal, controlar eletrodomésticos inteligente são algumas das funcionasse deste aparelho.

E como é que tudo se processa?
Obviamente temos de ter uma conta Google e temos de configurar o aparelho ao nosso dispositivo móvel. Tudo isto é feito através da aplicação Home que está disponível para iOS e Android.
Hoje em dia já é possível que o mesmo Google Home reconheça vários utilizadores através da voz.
Quem tiver eletrodomésticos ou sistemas de iluminação inteligente podem também configurá-los e controlá-los através do Google Home.

Depois de tudo configurado começa a diversão. Inicialmente o idioma era apenas o Inglês, mas depois de várias atualizações já é possível comunicarmos em espanhol ou português do Brasil, por exemplo.
Aqui em casa, não me perguntem o porquê, falamos quase sempre com esta coisa em inglês ou espanhol.

Que funcionalidade utilizo no dia a dia?

Música
Antes de mais é preciso dizer que para se falar para a coluna tem de se iniciar com: Okay Google! ou
Hey Google! E também é importante dizer-vos que o nosso Google Home está na cozinha. Vá se lá saber o porquê, é o local da casa onde passo mais tempo (quem me segue por aqui sabe muito bem o porquê).
Inicialmente como não sabia fazer quase nada com o aparelho este era utilizado para ouvir música. Comecei por configurá-lo à minha conta do Spotify. Se eu já estiver no computador a ouvir música, o que faço é ir ao Spotify e carregar na opção da música ser transmitida para o Google Home.
Se eu não estiver no computador e quiser ouvir musica, normalmente digo: Okay Google! Play some music. 
Quem tiver uma conta de Spotify premium (o que não é o meu caso) pode escolher a música que quiser e pode pedir para passar a música seguinte as vezes que se quiser.
Eu se quiser alguma música em específico, ou vou ao computador colocar ou então peço música desse estilo ou desse cantor. E pode ser que a tal música apareça.
Se não gostar de alguma música posso sempre pedir para passar para a seguinte: Okay Google! Next.
Se surgir uma música que eu queira adicionar à minha lista de favoritos também posso dizer: Okay Google! Add to my favorites. Também é possível pedir para ouvir estações de rádio. Para aumentar ou diminuir o volume podemos dizer: Okay Google! Set volume to 2. Ou então Okay Google! Lauder, ou Lower.
Se já estiver farta e não quiser ouvir mais nada, basta-me dizer: Okay Google! Stop.

Cozinhar
Se quiser saber alguma receita posso sempre perguntar. No entanto é sempre um bocadinho difícil apontar tudo de uma só vez. Mas serve perfeitamente para inspiração ou para saber coisas rapidamente.
A funcionalidade que atualmente utilizo mais é a de relógio. Principalmente quando estou a cozinhar alguma coisa no forno. Basta-me dizer: Okay Google! Set a timer to X minutes e passado esse tempo ele começa a apitar.
Quem tiver o Google Home mais recente que tem ecrã também pode pedir para ver vídeos de receitas.

Informações
Se quiser saber como se diz alguma palavra em outro idioma basta dizer: Okay Google! How do you say cheese in Spanish?
Basicamente vocês podem perguntar o que vos vier à cabeça. Eu pergunto muitas vezes as horas, a meteorologia, quem ganhou algum jogo ou a que horas vai ser um jogo. Qualquer coisa que vocês queiram pesquisar no google podem simplesmente perguntar. Uma das principais referências que ele usa para factos é a Wikipédia e esta é na maior parte dos casos suficiente para as indicações que quero saber.

Dia a dia
Quem tiver tudo configurado, ou seja, morada de casa, morada de trabalho, etc pode sempre perguntar como está o trânsito e pedir uma previsão da hora de chegada. Se tiver ainda a agenda sincronizada pode perguntar como é que vai ser o dia. Eu não utilizo nada disto porque sinto sempre que é dar informação a mais. Mas isso sou eu!

Posto isto, é realmente um aparelho engraçado. Ao início nunca achei que tivesse valido o investimento mas à medida que comecei a perceber as mais valias da coisa a minha opinião foi mudando.
Praticamente tudo o que vos falei são coisas que eu faço no meu dia-a-dia. E quando tiver a possibilidade de configurar toda a casa, aí sim, acho que o vamos utilizar ao máximo.
Aconselho a compra a quem se interessa por este tipo de tecnologia. Ou a quem simplesmente não consegue ter a casa em silêncio e escusa de pegar num telemóvel ou num computador para ligar a televisão ou começar a ouvir música.

Existem vários formatos de Google Home e aqui em casa estamos à espera que apareceram mais novidades para compensar a troca por um aparelho mais recente. É que já existem de momento versões com ecrã! E eu já me estou a imaginar a cozinhar e a seguir as receitas por lá.





Sem comentários:

Publicar um comentário